3 de outubro de 2010

Minha 18ª primavera!

Fazer aniversário é a coisa mais esperada por todos nós. Sempre todo ano passamos por esta data, significando uma certa passagem de tempo em nossas vidas. Completar anos, entrar em idade nova é sinonimo de maturidade, ou seja, estamos caminhando para o tempo futuro. Hoje em plenos XVIII anos, posso perceber que a vida é um barco onde só se navegam aqueles que tem força e determinação...
Já passei por mtas coisas boas e ruins, já superei a mim mesma...
Já me desafiei, já fui fraca e descobri que sou mto forte...
Já busquei fórmulas de ajuda mirabolantes, já fui uma boa menina e má tb...
Já estudei mto, me formei, continuo estudando, mas já conquistei um sonho...
tive mta raiva das coisas e das situações que já passei; e já aprendi tudo direitinho...
Já chorei de tanto rir, mas já ri de tanto chorar...
Já compreendi pessoas. Já fui mto magoada... Já magoei tb...
Já tive quase na beira da morte, já me ajudei e SUPEREI...
Já tive saudade de cidades, de pessoas, de situações passadas; mas ficaram guardadas em mim...
Já dancei, já cantei, já me apaixonei, já briguei...
Já fiquei de mal comigo! mas já me fiz as pazes...
Dentre tantas coisas que fiz nestes meus aninhos de vida, vai ficar guardado nesta minha cabecinha pesante coisas somente legais e as desaventuranças acontecidas nela já eram, e as que poderão vir que venham...
Como já dizia a poeta:
"Eu sou mais forte que eu!"
Quero deixar um agradecimento ao maior presente que eu já ganhei na minha vida que é a minha mãe. Sem ela (é óbvio!) eu não seria nada.
E um agradecimento tb a vc, que, com calma, paciência e atenção, sempre está lendo as bobagens e os devaneios que eu escrevo!
Fica com Deus!

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget